Nepal, Butão e Tibete

programa_nepal_2019

Nepal, Butão e Tibete
Surpreendente viagem nestes países de mistério, onde iremos conhecer civilizações ancestrais dotadas de uma riqueza cultural e religiosa ímpar.

Uma viagem especial para quem pretende conhecer os povos das montanhas mais altas do mundo.

Preço por pessoa em Quarto Duplo

4.525€

Suplemento Individual

580€

 

Programa inclui:

  • Passagem aérea, em voos regulares, em classe económica, para percurso Lisboa / Kathmandu / Lisboa, via Doha, com a companhia aérea Qatar Airways, com direito ao transporte de uma mala de porão até 23kg, e com respectivas taxas de aeroporto, segurança e combustível, no montante de 316,65 € – à data de 29.03.2019 – a atualizar e reconfirmar na altura da emissão dos bilhetes);
  • Voos internos entre Pokhara / Kathmandu / Paro / Kathmandu / Lhasa / Kathmandu, em voos regulares Buddha Air, Druck Air e Air China, com direito ao transporte de uma mala de porão até 23kg e respectivas taxas de aeroporto. segurança e combustível;
  • Acompanhamento por Tour Leader Tryvel durante toda a viagem;
  • 15 dias / 12 noites de alojamento nos hotéis escolhidos ou similares, incluindo o pequeno-almoço diário:
  • Fairfield by Marriott, Kathmandu
  • Atithi Resort & Spa, Pokhara
  • RKPO Green Resort, Punakha
  • Ramada Valley, Thimpu
  • Tashi Namgay Resort, Paro
  • Fairfield by Marriott, Kathmandu
  • Four points by Sheraton, Lhasa
  • Pensão completa, desde o almoço do 2ª ao jantar do 14º dia, com exceção dos almoço do 11º dia (12 almoços e 13 jantares);
  • Todos os transportes e trajectos, em autocarro de turismo, com ar condicionado, conforme programa;
  • Guia local, em língua castelhana, durante todas as visitas;
  • Seguro de viagem – Multiviagens (cancelamento antecipado, interrupção e assistência);
  • Gratificações a guias e motoristas locais;
  • Audio-guides durante toda a viagem;
  • Vistos de entrada para o Nepal, Butão e Tibete;
  • Bolsa Tryvel e livro de viagem.

Programa não inclui:

  • Bebidas às refeições;
  • Quaisquer serviços que não se encontrem devidamente mencionados no presente itinerário e extras de carácter pessoal (ex. telefonemas, bar, mini-bar, lavandaria, etc.) e refeições não mencionadas.
  • Bagageiros nos hotéis.

INFORMAÇÕES | RESERVAS
Filipa Costa | Telf.: 223 213 680 |filipa.costa@nulltryvel.pt

1º Dia – Lisboa / Doha
Comparência no aeroporto em horário a acordar. Formalidades de embarque e pelas 14h40 partida em voo regular da Qatar Airways com destino a Doha. Chegada pelas 23h55. Mudança de avião.
2º Dia – Doha / Kathmandu
Pelas 02h40, continuação da viagem com destino a Kathmandu. Resto da noite a bordo. Chegada pelas 10h15. Recepção por parte do guia local e transporte ao hotel escolhido. Almoço. De tarde, primeiro contacto com a cidade. Katmandu não é uma cidade tão grande quanto comparada com outras cidades do sul da Ásia, mas é uma cidade fascinante enriquecida de templos. É a capital e a maior cidade do Nepal, localizada no centro do país, a 1370 metros de altitude. A cidade antiga é caracterizada pela grande quantidade de templos, palácios budistas e hindus, sendo a maioria deles do século XVII. A maior atracção da cidade é Hanuman Dhoka, a praça do antigo Palácio Real, fazendo um belo conjunto arquitectónico com o palácio e inúmeros templos (mahadev; parvati e outros). Perto de Hanuman Dhoka, fica a casa da deusa viva Kumari Bahal (uma manifestação da deusa Durga e adorada por budistas nepaleses e indianos). Visitaremos ainda Swayambhunath (Templo do Macaco), Património da Humanidade pela Unesco, e é um dos mais importantes locais budistas do Nepal. Jantar e alojamento no hotel.
3º Dia – Kathmandu / Bhaktapur / Kathmandu
Dia completo de visitas. Começamos o dia com visita de Bhadgaon (Bhaktapur), cidade antiga situada no vale de Katmandu e chamada Cidade dos Devotos. Aqui poderemos visitar o Templo de Bhatrav e o centro de cerâmica tradicional. A principal praça de Bhaktapur é a Praça de Durbar, que abriga o Palácio com 55 janelas, construído pelo rei Bhupatindra Malla e que foi residência da família real até 1769. Perto fica Golden Gate, onde fica o Templo Taleju. Este templo, assim como outros no vale de Kathmandu, é dedicado à Deusa Taleju Bhawani e inclui santuários a Taleju Bhawani e Kumari (não hindus não estão autorizados a entrar no sactum sanctorum). Almoço em restaurante. De tarde, visita de Boudhanath Stupa que é considerado um dos locais budistas mais sagrados do Nepal. Visita do Templo Boudhanath, um dos maiores pagodas do mundo. Continuação para o Templo de Pashupatinath, o Templo de Shiva. Pashupatinath, com os seus telhados dourados e porta de prata é considerado um dos templos mais sagrados para os hindus. Apesar da entrada no templo ser permitida apenas a hinduístas, podemos admirar o templo e as actividades aí desenvolvidas da margem do Rio Bagmati. Regresso para o hotel. Jantar e alojamento
4º Dia – Kathmandu / Pokhara
Dia de viagem, por estrada, em direcção a Pokhara. Almoço durante a viagem. Se Katmandu é o foco cultural do Nepal, Pokhara é o centro da aventura, devido à sua localização rodeada de montanhas e com um magnifico lago de puras águas dos Himalaias. Chegada ao hotel da categoria escolhida. Jantar e alojamento.
5º Dia – Pokhara / Sarangkot / Pokhara
De manhã bem cedo, saída até Sarangkot (a 1600 metros de altitude) para assistir ao nascer do sol, com vista sobre todo o Vale de Pokhara. Regresso ao hotel para tomar o pequeno-almoço seguido de visita de cidade de Pokhara. Visita à Cascata de Devi, que segundo a lenda terá tirado a vida a um turista de nome David que caiu no canal e nunca foi encontrado. Continuação para o Old Bazaar, com visita ao Templo Bindhyabasini. Algum tempo livre neste mercado tradicional. Almoço. De tarde, passeio de barco no Lago Phewa, o segundo maior lago do reino, de onde podemos contemplar todo o encanto natural em volta da cidade. Jantar e alojamento.
6º Dia – Pokhara / Paro / Punakha
Bem cedo, transporte ao aeroporto e pelas 09h45 saída em voo Buddha Air e Druk Air com destino a Paro, via Kathmandu. Chegada pelas 14h40. Box-lunch à chegada. Continuação, em autocarro até Punakha. No trajeto, visitaremos Dochu-la, onde teremos oportunidade de apreciar outra das mais deslumbrantes paisagens do Butão sobre a cadeia dos Himalaias (3088 m). Punakha foi a capital do Butão até 1955. Abençoada por um clima temperado e alimentada pelos rios Po Chu (masculino) e Mo Chu (feminino), Punakha é o vale mais fértil do país. A viagem prossegue a 3050m de altitude e em dias límpidos conseguem ver-se os cumes dos Himalaias. A região é famosa pelas quintas que produzem tanto arroz vermelho como branco. Jantar e alojamento no hotel selecionado.
7º Dia – Punakha / Thimpu
Visita de Punakha Dzong. É o segundo mais antigo e o segundo maior dzong no Butão e uma das suas estruturas mais majestosas. Estrategicamente construído em 1637 por Shabdrung Ngawang para servir de centro administrativo e religioso da região. Visita ao Tempo Chimi Lhakhang, erguido por Drukpa Kunley, um monge do século XV, conhecido por ‘Divino homem louco’, que pregou à população que o falo é uma fonte de poder. Almoço em restaurante local. Continuação até Thimpu (75kms – cerca de 3 horas), capital do reino do Butão. Na viagem, visita a um dos mais antigos edifícios do Butão: Simtokha Dzong. Esta mítica fortaleza, construída em 1627 para “aprisionar os demónios desta região”, alberga atualmente a Escola de Estudos Budistas. Visita do Kuensel Phodrang (o Ponto de Budha). É popularmente conhecido como o Ponto de Buda porque é aqui que está a maior estátua de bronze de Buda com 51,50m. No corpo tem 125.000 pequenas estátuas de Budha. Check-in no hotel escolhido. Jantar e alojamento.
8º Dia – Thimpu / Paro
Início das visitas a Thimpu. Com uma população de cerca de 30.000 pessoas, no Vale do Rio Wangchu, a uma altitude de 2.350 metros em plena cadeia dos Himalaias, Thimpu é talvez uma das capitais mais exóticas do mundo, principal centro religioso, político e comercial do país. Visita de Tashichhodzong, a bela fortaleza/mosteiro medieval que abriga os escritórios do governo e a Sala do Trono. Continuação para visita ao Memorial Chorten, cujo projecto foi visionado pelo terceiro rei do Butão, em nome da Paz Mundial e da prosperidade. Visita do Instituto Zorig Chusum onde é ministrado um curso de seis anos das 13 artes e artesanato do Butão. Passagem pelo exterior do Instituto Nacional de Medicina Tradicional, onde ervas medicinais abundantes na região são tratadas e misturadas, e pela Biblioteca Nacional. Algum tempo no mercado central da cidade. Almoço em restaurante local e continuação para Paro. Chegada e visita à fortaleza Rinpung Dzong. Erguida em 1644, já foi a maior fortaleza do Butão, protegendo o território dos invasores tibetanos. Hoje é um mosteiro onde dezenas de meninos são educados pelos monges. Este local serviu de cenário para, entre outros, de “O pequeno Buda” (1993) de Bernardo Bertolucci. Terminamos o dia com visita a uma quinta tradicional butanesa. Jantar e alojamento no hotel seleccionado.
9º Dia – Paro
Começamos o dia com o majestoso mosteiro Taktshang – O Ninho do Tigre. O único meio para chegar aos 3.120 metros de altitude é caminhando. Necessitamos de 3 horas para subir, e 2 horas para descer. Caso alguém não pretenda subir, poderá ficar na base, e visitar o Templo budista de Dungtse Lhakhang e as ruínas da fortaleza de Drukgyel Dzong. Almoço em restaurante local. Visita ainda ao Dzong Ta, que hoje alberga o Museu Nacional. Visita ainda ao Templo Kyichu Lhaklang, o mais antigo do país, do séc. VII, um dos 108 templos construídos nos Himalaias pelo rei tibetano Songtsen Gampo. A construção deste templo marca a introdução do Budismo no Butão. Jantar e alojamento.
10º Dia – Kathmandu / Patan / Bungamati / Khokana / Kathmandu
Bem cedo, transporte ao aeroporto, e pelas 07h45, saída em voo Druck Air com destino a Kathmandu. Chegada pelas 08h45. Visita da cidade de Patan, fundada no ano 250 d.C e também conhecida como Lalitpur “A Cidade da Elegância e das Belas Artes”, onde poderão dar testemunho as maravilhosas obras de arquitectura. Almoço em restaurante local. Continuamos, para sul, para visita às aldeias de Bungamati e Khokana, onde conheceremos melhor as tradições da cultura Neuari, formada principalmente por tibetanos-birmaneses que mantêm uma identidade linguística, religiosa e cultural própria. Jantar e alojamento no hotel selecionado em Kathmandu.
11º Dia – Kathmandu / Lhasa
Transporte ao aeroporto, e pelas 12h10 saída em voo Air China com destino a Lhasa. Chegada à capital da região autónoma do Tibete e centro politico, religioso e económico de toda a região Tibetana, pelas 16h00. Transporte ao hotel escolhido. Jantar e alojamento.
12º Dia – Lhasa
Em 1645, a cidade tornou-se a capital política e religiosa da região. Do alto dos seus 3940m, este é o centro sagrado do budismo tibetano: Lhasa significa “lugar dos deuses”, e aqui encontramos alguns dos mais importantes mosteiros e palácios desta cultura. Muitos tibetanos vão a Lhasa em peregrinação, pelo menos uma vez na vida. Visita Palácio de Potala, um dos símbolos do Tibete e um dos maiores castelos antigos pela sua dimensão e elevada altitude. Esta obra colossal que se ergue na montanha, antiga residência do Dalai Lama até 1959, é um museu e foi considerada património da humanidade pela UNESCO; ao Templo Jokhang, o coração espiritual da cidade e o principal centro religioso tibetano, e a Rua Barkhor, um lugar mágico que espelha os traços originais de Lhasa e onde o comércio floresceu com a afluência de turistas e peregrinos. Aqui é possível encontrar as típicas rodas de oração, utilizadas para espalhar bênçãos espirituais e invocar bom karma numa vida futura, e as chubas, casacos compridos de lã que aquecem a povoação das montanhas do Tibete. Jantar e alojamento.
13º Dia – Lhasa
Começamos o dia com visita ao Mosteiro de Drepung, um dos maiores mosteiros do mundo. Com numerosas mansões e caminhos serpenteantes, o mosteiro é uma “pequena cidade” onde vivem cerca de 10 mil monges. Seguimos para o Mosteiro Sera ou “Rosa Selvagem”, assim designado devido às rosas que cobriam a montanha na altura em que foi construído. Admiraremos as diversas estátuas, as escrituras douradas e os monges que aqui se reúnem para discutir a doutrina budista no pátio do mosteiro. Jantar e alojamento.
14º Dia – Lhasa Kathmandu
Pelas 10h55, saída em voo Air China com destino a Kathmandu. Chegada pelas 10h30. Estamos na recta final da viagem, e utilizamos este último dia para passear relaxadamente e fazer as últimas compras. Visita a Bairro típico de Thamel Market, repleto de cafés, restaurantes e lojas de produtos locais. Almoço em restaurante local. Tempo ainda para visitarmos o Ashen Market, famoso pelo seu bazaar. Transporte a um hotel próximo do aeroporto, onde teremos alguns quartos para nos refrescarmos antes da viagem, e onde jantaremos. Transporte ao aeroporto.
15º Dia –Kahtmandu / Doha / Lisboa
Pelas 02h10, saída em voo regular Qatar Airways com destino a Doha. Chegada pelas 04h25, e pelas 07h25 continuação até Lisboa. Chegada pelas 13h25.

Fim da viagem

programa_nepal_2019