Trilhos do Contrabando

  • Destino:
  • Duração: 2 dias
  • De: 25/09/2020
  • a: 27/09/2020
  • Preço: 425€
Trilhos do Contrabando

A prática do contrabando é uma componente da cultura de fronteira, “onde há raia há contrabando”. Até 1986, com maior incidência nas décadas de 40, 50 e 60, tudo ou quase tudo se contrabandeava, caso café, tabaco, ovos, vestuário, medicamentos, entre tantos outros. As autoridades portuguesa e espanhola consideravam lesivas tais actividades para a fazenda pública, procurando dificultar ao máximo a progressão do contrabando. Umas vezes sim, outras vezes não. O objetivo é “homenagear o contrabandista raiano” e dar a conhecer “uma atividade secular de comércio ilegal, que muito caracterizou o modo de vida dos dois lados da fronteira. Era uma vida dupla a destes homens e mulheres, a maior parte agricultores que à noite trilhavam as serras e atravessavam rios com a mercadoria às costas num jogo de escondidas com os guardas fiscais e com os mais temíveis carabineiros espanhóis. É o que procuraremos mostrar nesta iniciativa, Trilhos do Contrabando, reproduzindo o mais fiel possível a vida de ambos os lados, e a convivência possível.

Preço por Pessoa Quarto Duplo

€425

Suplemento Quarto Individual

€65

 

Programa inclui:

  • Acompanhamento de guia acompanhante Tryvel durante todo o circuito;
  • Comboio Alfa-Pendular, em classe económica Lisboa / Braga / Lisboa;
  • Alojamento e pequeno-almoço nos hotéis mencionados, ou similares;
  • Pensão completa, desde o almoço do 1º dia ao almoço do último (3 almoços e 2 jantar, com bebidas incluídas);
  • Todas as entradas e visitas nos monumentos e museus conforme programa;
  • Circuito em autocarro de turismo;
  • Gratificações a guias e motoristas;
  • Seguro Multiviagens Base;
  • Kit de Higiene e Segurança COVID19.

Programa não inclui:

  • Tudo o que não esteja como incluído de forma expressa;
  • Despesas de carácter particular.

INFORMAÇÕES | RESERVAS
Tryvel Porto | Telf.: 223 213 680 | porto@nulltryvel.pt

* Partida do Porto – Consulte-nos

Nota – O percurso pedestre exige hábitos ligeiros de caminhadas.

1ºDia - Braga / Monção / Melgaço

Comparência na Estação de Santa Apolónia, ou Gare do Oriente. Pelas 07h00, saída em comboio Alfa Pendular, com destino a Braga. Chegada pelas 10h25 e continuação, em autocarro, até Monção. Situada bem na fronteira com Espanha, e dela separada pelo bonito Rio Minho, a vila de Monção foi um importante ponto defensivo, pela proximidade com a fronteira. Destaque para o Palácio da Breijoeira erguido nos primeiros anos do século XIX, de estilo neoclássico. Visita ao seu interior: faustosos salões com valiosas pinturas e frescos e distinta decoração, bem como uma capela e um teatro. Almoço em restaurante local em Monção. Visita ao Museu / Solar do Alvarinho com provas. Continuamos até Melgaço. Vista ao Espaço Memória e Fronteira. Tem como temática a história contemporânea do concelho, com ênfase na emigração e no contrabando. Percorrendo as suas salas, ingressamos no mundo da emigração ilegal dos anos 60 e 70, conhecendo todos os momentos, desde as causas, a preparação da viagem e a viagem em si, até ao chegada e vivência no país de acolhimento. Um perfeito retrato social das centenas de filhos da terra que Melgaço viu partir, não esquecendo os reflexos deste êxodo no concelho. É aqui também feito um retrato do contrabando que fez viver na clandestinidade tantos melgacences. Jantar e alojamento no Monte Prado Hotel & Spa 4*, ou similar.

2ºDia - Tourém (PR 6) / Randín / Montalegre / Chaves

Saída para Tourém. Pequena localidade com muita história relacionada com o contrabando entre fronteiras. Destaque para o Largo do Outeiro, onde poderemos ainda encontrar várias casas construídas ao longo do século XVIII, a Capela de São Lourenço, o Forno do povo e o Pólo do Ecomuseu do Barroso. Aqui começamos um trilho circular, de 11 km, que durará cerca de 3h30. Tourém e Randin, desde sempre tiveram vivências em comum e nas quais o contrabando viverá sempre na memória das gentes. Parte do percurso é feito ao redor da albufeira de Sallas, o que nos proporciona imagens inigualáveis refletidas no espelho de água. Almoço pic nic. Continuamos até Montalegre. Paragem no centro para ligeiro passeio pedonal. Seguimos viagem até Chaves. Jantar e alojamento no Castelo Hotel 4*, ou similar.

3ºDia - Chaves / Vilarelho da Raia / Braga / Lisboa

Saída para Vilarelho da Raia, que é sinónimo de terra de contrabandistas e guarda-fiscal. Vilarelho da Raia viu passar muita gente anónima, mas também conhecida. Alguns presos políticos também ali fizeram os trilhos de fuga. Um bem conhecido foi Álvaro Cunhal. Visitaremos o Pólo do Ecomuseu do Barroso. Regressamos a Chaves, onde passearemos tranquilamente pelo seu centro histórico e onde almoçaremos. A meio da tarde, regresso a Braga, e pelas 20h07, saída em comboio Alfa Pendular, com destino a Lisboa. Chegada pelas 23h22.

Fim da viagem